Desabafo Social no interior da Bahia: Novas mídias, novos diálogos

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Filament.io 0 Flares ×

Realizamos no dia 23 de maio, um bate-papo sobre Novas mídias na cidade de Iaçu, interior da Bahia. Uma pequena cidade com 25.736 habitantes que fica às margens do Rio Paraguaçu. Segundo o Atlas de Desenvolvimento Humano do Brasil 2013, Iaçu está na 4764 º posição.

Usando nossa metodologia da linguagem adaptada e perguntando sempre o que as pessoas gostam de ouvir, ler e falar, listamos uma série de atividades que os participantes gostam de fazer. Na lista tinha: ficar na internet, namorar, fazer amizades entre outros. A partir disso, começamos a conversar.

No primeiro momento falamos dos riscos e oportunidades no ciberespaço, questionando sobre as potencialidades das redes sociais e as violações de direitos humanos, principalmente, o ciberbullying e racismo. Depois falamos o quanto é bom namorar. Não poderíamos mentir né?! Mas todxs ficaram alertas sobre a mediação das novas tecnologias nos relacionamentos. Houve um consenso que a sociedade é machista e a vítima nunca é culpada. Mas esse consenso só foi no final de tudo, depois de muita discussão, porque inicialmente todxs culparam a mulher por enviar fotos sensuais para os namorados.

Falamos muito do racismo e homofobia que são disfarçados em bullying. Surgiram fortes depoimentos. Uma menina linda, negra e acima do peso para a sociedade, falou o quanto se sente mal quando alguém a chama de “gorda, cabelo de pixaim”. Por conta disso, ela fez um livro sobre bullying e já está lançando o segundo.

Depois de tanta conversa, a galera fez uma apresentação de teatro falando sobre o uso excessivo da internet. A peça utilizava da ironia para criticas como as pessoas não frequentam mais ambientes sem wi-fi e o quanto é horrível conversar com alguém que só fica com o celular na mão. Foi uma peça maravilhosa!

E para fechar nossa conversa, apresentamos o sistema Vojo. O Vojo é um sistema que permite qualquer pessoa enviar reportagens para a Internet por telefone mesmo que esta pessoa não tenha um celular com android ou iOS. A tecnologia, desenvolvida pelo Center for Civic Media do MIT, está sendo usada de maneira pioneira na América do Sul pelos nossos parceiros Instituto Mídia Étnica e Correio Nagô e o Desabafo Social está popularizando. A ideia é democratizar a mídia. Queremos ouvir as vozes, principalmente, da minoria. 

Queremos voltar logo para Iaçu. A galera é sensacional!  VALEU IAÇU!

foto (6)

Comentários

Comentários

Monique Evelle

CEO e Fundadora do Desabafo Social

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Faça parte da nossa rede!

Fique por dentro que tudo que fazemos nos seguindo nas redes sociais!

   

Powered by WordPress Popup