Transporte público em Salvador.

jan 26, 2015
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Filament.io 0 Flares ×

svelto_grupo_evangelista

Nesse inicio do ano, nós soteropolitanos, recebemos a surpresa de uma nova frota de ônibus, mas após utilizá-lo durante esses vinte dias, tenho a impressão de que as melhorias não vieram ou pior, novos problemas surgiram.

Mesmo depois das manifestações de 2013, que tiveram como um dos  pontos de discussão, a precariedade do transporte público, a prefeitura de Salvador pensa, elabora e coloca em pratica um novo sistema de transporte sem levar em consideração os anseios da população, uma politica de distanciamento e imposição.

 Apesar de ser uma nova frota, a fôrma é antiga, ainda continuaremos a enfrentar os velhos problemas. As cadeiras continuam as mesmas, o calor insuportável permanecerá, e aquele bronze de um lado só do corpo que só quem senta na janela sabe, também continuara  a ser realidade. Eu, e muitas outras pessoas, ainda continuaremos a nos questionar por que o famoso frescão com poltronas acolchoadas, ar-condicionado e cortinas  não são padrão?  Afinal os dois serviços passam a custar o mesmo valor.

 Como se não bastassem os velhos problemas, os novos ônibus trouxeram consigo outros . Como a catraca volta a estar na frente, digo volta porque era assim que funcionava até 1990, os idosos,  gestantes e deficientes físicos que não sejam cadeirantes, passam a disputar as 3 cadeira que lhes restaram.  Infelizmente presenciei por duas vezes idosos exprimidos em pé, e tendo que se virar nos trinta para abrir passagem  para os que desejavam entrar. Mas ainda há as gestantes, como passaram pela catraca já que os motoristas se recusam a abrir a porta dos fundos(saída)? E as crianças menores de 7 anos que sempre tiveram isenção  da taxa? Eu mesmo vivi essa situação ao sair com dois primos de 5 e 6 anos, quando só me foi dada duas opções, ou eles permaneciam ali na frente disputando o espaço, ou eu pagava a passagem deles e passava pela catraca, quando perguntei ao motorista se ele poderia abrir a porta de saída para os dois entrarem, o mesmo me disse que havia sido proibido, de realizar tal façanha. Nesse mesmo momento uma gestante que estava com duas crianças, sendo uma delas de colo, vez o mesmo pedido e argumentou dizendo que pagaria a passagem, mas teve seu pedido negado. Não tendo opção, um dos passageiro que estava na parte traseira, se levantou carregou a criança de colo, depois a mulher fez  com que a outra criança pulasse e depois passou pela catraca. Sem dúvidas tal atitude é  algo incabível, será que no novo transporte crianças deveram pular a catraca e gestantes arriscaram a gravidez ?. Essas pessoas , com exceção das gravidas e mulheres com crianças de colo, não pagam tarifa, isso significa dizer que os lucros aumentaram, sendo assim a prefeitura  trabalhou para proteger os lucros dos Barões do buso, pelo menos essa é a minha interpretação.

Não posso deixar de citar os ambulantes, não posso porque se trata de, milhares de homens e mulheres, pais e mães que tem toda a sua renda projetada nas vendas. Como será? Ainda não sei. O que sei é que nos últimos dias em que utilizei o transporte, ainda não consegui comprar uma bala se quer, inclusive vi vários motorista  se recusarem a abrir a porta para ambulantes.

Outra mudança, é o aplicativo que informa o momento em que o ônibus irá passar, porém das vezes que tentei utilizar, o mesmo  só funcionou nos percursos via orla.

Outro ponto a ser considerado é a biometria, definitivamente o sistema só tem causado transtorno para quem utiliza o serviço, ele constantemente apresenta defeitos.

Frota nova, mas com a velha politica de maximização dos lucros, tudo isso agora com o apoia da prefeitura. Velhos e novos problemas, aliados ao aumento da tarifa. A primeira capital do Brasil, uma das maiores e poderosas cidades do país, ainda continuará a viver no passado. Nós, povo Soteropolitano, merecíamos mais, merecíamos  mudanças de verdades, mudanças que buscassem beneficiar a população de fato. Enquanto outras capitais avançam, como São Paulo com inserção total da tarifa para estudantes e Rio de Janeiro com implantação de ar-condicionado na frota, nós continuaremos a viver no passado e com poucos avanços.

Luanderson Ponciano. 

Comentários

Comentários

1 Comment. Leave new

O pior de tudo isso é que se olharmos para traz a algumas décadas já tivemos um frota de ônibus até melhor que os atuais “caminhônibus” travestidos de “buzus”.Eram ônibus com suspensão ar e motores traseiros e os MB 0 364 (monobloco) com suspensão dianteira helicoidal e amortecedores telescópicos também com motores traseiros e piso um pouco mais baixo do que os ônibus encarroçados,todos com bancos acolchoados e ventilação forçada.A maior parte deles fez parte da frota da extinta Transur empresa pública municipal que substitui o SMTC (Serviço Municipal de Transportes Coletivos) .As empresas Vibemsa (linhas Pça.da Sé / Nazaré e Canela) e Transpenisular (micro ônibus linha Nazaré Comercio com som ambiente) também tiveram por muito tempo em suas frotas os MB monoblocos.Algumas outras empresas em numero mais reduzido também fizeram uso em suas frotas dos famosos MB monoblocos que davam a sensação de andar em um automóvel,além disso toda a frota utilizada na cidade dispunha de bancos acolchoados.Sem esquecer de falar nas várias linhas de ônibus executivos (rodoviários) com ar condicionado. O transporte por ônibus de Salvador passa por um involução degradante,sob as vistas grossas do poder público municipal,onde a qualidade dos ônibus e do serviço oferecido a população decai a cada dia apesar da evolução tecnológica do setor que já produz no pais ônibus com piso baixo,suspensão pneumática (a ar) e câmbio eletrônico automático,mas as opções dos operadores do transporte de Salvador,são sempre pelos modelos mais rudimentares e mais baratos,com molas e chassis de caminhão motor dianteiro e câmbio manual com bancos duros de fibra.O transporte coletivo passou a ser um serviço encarado apenas como um negócio ditado apenas pelo lucro e pelas leis de mercado, ao invés de ser tratado como uma atividade essencial para a cidade,sendo assim uma prestação de serviço de utilidade pública e social…..Agora mais uma autêntica maquiagem completou a cena……..

Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Faça parte da nossa rede!

Fique por dentro que tudo que fazemos nos seguindo nas redes sociais!

   

Powered by WordPress Popup