Rio de Janeiro recebe encontro global de cultura, ativismo e política

dez 05, 2015
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Filament.io 0 Flares ×
Diante das diversas crises que atingem campos e instituições em todo o mundo, o Ministério da Cultura (MinC) e a Universidade Federal Fluminense (UFF) realizarão, de 7 a 13 de dezembro, no Rio de Janeiro, o Emergências, evento que tem como objetivo debater o papel da cultura e sua dimensão simbólica nas disputas sociais, políticas e econômicas. Durante sete dias, será criado um território para convívio dos mais diversos grupos, que debaterão propostas e experiências diante dos desafios sociais e políticos do século XXI.
As discussões tratarão de temas como o debate político do Brasil; as aventuras políticas do século XXI; feminismos; a relação entre cultura e Cidade; a cosmopolítica e as culturas indígenas; a revolução comunicacional que cria a massa de mídias; a internet como espaço público; a crise migratória e a interculturalidade; as estéticas emergentes e a nova arte; o aquecimento global; as fissuras no capital e os novos caminhos econômicos; a política de drogas e a relação com o extermínio da juventude negra.
Para intensificar a mobilização social, a Secretaria de Cidadania e Diversidade Cultura (SCDC) do MinC lança, nesta quarta-feira (21), o site do Emergências. A plataforma irá envolver a sociedade civil no processo de produção do evento, por meio de chamadas públicas para que grupos e coletivos inscrevam propostas de programação e percursos culturais no Rio de Janeiro.
“O espaço será alimentado com matérias prévias sobre os temas a serem debatidos, a programação, as atividades realizadas durante o Emergências e, no futuro, será um local de referência sobre os assuntos discutidos”, explica a secretária da Cidadania e da Diversidade Cultural do MinC, Ivana Bentes.
A mobilização social nos estados brasileiros já começou para receber os interessados em participar do Emergências. Articuladores locais estão organizando as caravanas que se deslocarão até a capital carioca e a estrutura para o acampamento que será montado na cidade do Rio de Janeiro para receber 1,5 mil pessoas em dezembro.
A grade de atividades contará com workshops, oficinas, círculos de diálogos, encontro de redes e movimentos, shows, intervenções artísticas e um festival gastronômico. O evento reunirá artistas, pensadores, ativistas e cientistas de todo o mundo. Em comum, eles reconhecem que o mundo vive uma crise de valores que só poderá ser superada a partir da mudança de comportamento e do respeito à diversidade.
Por que Emergências?
O nome do evento remete aos dois sentidos da palavra. De um lado, do seu sentido de urgência, neste caso associado a uma necessidade imediata de ações democráticas que superem certa crise de legitimidade e de representatividade das instituições ocidentais e que façam frente aos retrocessos no campo dos direitos.
De outro lado, a palavra emergências também busca referir-se ao surgimento de um novo contexto social, cultural, político e econômico marcado por novas formas de convivência geradas por uma verdadeira revolução sociocultural. Aliada à mudança tecnológica e às comunicações, viabiliza novos territórios culturais, novas modalidades de organização social um novo mundo no campo da informação.

Comentários

Comentários

Faça parte da nossa rede!

Fique por dentro que tudo que fazemos nos seguindo nas redes sociais!

   

Powered by WordPress Popup