Os passos da educação igualitária

out 03, 2015
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Filament.io 0 Flares ×

Por Isadora Novais

Nos últimos anos uma série de debates, propostas e modificações foram direcionadas a questão da inclusão na educação brasileira. A busca pela igualdade na escolarização e oportunização entre todos brasileiros provoca uma rachadura entre a população, como num cabo de guerra: de um lado aqueles que acreditam na meritocracia e democracia econômica e racial brasileira, e do outro aqueles que procuram propor através do sistema de cotas a igualdade entre as diversas etnias e classes sociais , buscando diminuir o implícito aparthaid socio-racial que teve início desde os tempos de colônia.

É necessário antes de tudo desmitificar a dita “Democracia racial e econômica no Brasil” e a história de que no Brasil a cor da pele e o poder aquisitivo não diferencia os indivíduos para inserção na universidade. O sistema de cotas propõe claramente a busca por uma igualdade esquecida por anos de escravidão e exclusão econômica. A hierarquização de um grupo social ou supremacia deste, definitivamente é impossível e improvável  já que quando tratamos de hierarquia ou supremacia entende-se que estes grupos se encontrariam em pé de igualdade, algo muito longe da realidade vivida.

cotassim

Esta medida governamental é reparatória e temporária. Atualmente esta ação tem se mostrado eficiente e positiva, mas é preciso que outras e efetivas propostas sejam promovidas desde o ensino básico, para garantir a melhora no ensino público brasileiro sejam efetuadas . As cotas são, na verdade , essenciais para inicío da caminhada na busca da concreta igualdade no âmbito educacional brasileiro.

Comentários

Comentários

Faça parte da nossa rede!

Fique por dentro que tudo que fazemos nos seguindo nas redes sociais!

   

Powered by WordPress Popup