Unidades de saúde de São Paulo vão oferecer hormônios para transexuais

out 01, 2015
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Filament.io 0 Flares ×

Medida tem objetivo de evitar automedicação dos pacientes. Além disso, locais oferecerão acompanhamento psicológico

AGÊNCIA BRASIL
São Paulo – As nove unidades básicas de Saúde (UBS) do centro da capital paulista passarão a prestar gratuitamente o serviço de hormonoterapia para a população transexual. As unidades oferecerão também, além da hormonoterapia — que já é gratuita pelo Sistema Único de Saúde (SUS) —, acompanhamento psicológico e endocrinológico.

image_preview

Ao procurar a hormonioterapia, a pessoa será encaminhada para uma unidade que tenha atendimento psicológico

“Primeiramente, o paciente precisa procurar uma dessas unidades, onde passará por sessões com um psicólogo que vai elaborar um laudo analisando se ele está ou não convicto de que é aquilo que quer, além de encaminhá-lo para consulta com o endocrinologista, que vai solicitar exames e avaliar se vai prescrever o tratamento”, adiantou o secretário municipal de Saúde, Alexandre Padilha.

Na primeira fase de atendimento das unidades, o cuidado será oferecido às beneficiárias do Projeto Transcidadania, um programa da prefeitura de recolocação profissional, reintegração social e resgate da cidadania destinado ao publico LGBT em situação de risco.

“[O problema com automedicação com hormônios] é gravíssimo. Muitas vezes, essas pessoasprocuram se automedicar, tanto com hormônios ou com outros procedimentos que buscam uma melhoria estética do seu corpo para reconhecer melhor seu corpo, e às vezes afeta profundamente a sua saúde, a saúde individual, e acarreta, às vezes, custos muito maiores para o Sistema Único de Saúde com os impactos que isso tem”, disse Padilha.

Comentários

Comentários

Faça parte da nossa rede!

Fique por dentro que tudo que fazemos nos seguindo nas redes sociais!

   

Powered by WordPress Popup