Sociedade Civil se organiza para concorrer ao CMDCA

fev 25, 2015
Lucas
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Filament.io 0 Flares ×

Na última terça-feira (dia 24), militantes e trabalhadores de Entidades, movimentos sociais e ONG’s se reuniram no colégio Marista da Santa Cruz, São Paulo, para prestigiar os novos candidatos que irão concorrer ao cargo de Conselheiro no CMDCA (Conselho Municipal da Criança e do Adolescente).

Logo no começo do evento, a Elida Miranda, da Fundação Brasil de Direitos Humanos, ficou com a responsabilidade de fazer um resgate histórico da luta por mais direitos à criança e ao adolescente no Brasil e mostrar o cenário politico atual. Depois de rápidos comentários da plateia, alguns membros da chapa explicaram o histórico de cada candidato da chapa.

Já perto do fim da apresentação, houve a fala da vereadora Juliana Cardoso, do PT, que irá apoiar as eleições dos candidatos. No encerramento, cada coletivo que estava presente na plateia se apresentaram e informaram às regiões em que estavam localizados.

 20150224_112139

Eleições

A eleição ao CMDCA será no dia 15 de março (domingo) e é divida por segmentos, são eles o Atendimento Social à Criança e ao Adolescente; Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente; Defesa da Melhoria de Condições de Vida da População; Defesa de Trabalhadores Vinculados à Questão; e Estudos, Pesquisas e Formação com Intervenção Política na Área.

Nos três primeiros segmentos, o eleitor poderá votar em dois candidatos, nos dois últimos apenas em um, totalizando oito conselheiros de direitos. O processo da eleição não será centralizado, o que é uma novidade para este ano. O eleitor votará na subprefeitura mais próxima de sua residência, levando apenas o Título de Eleitor e outro documento com foto.

 

Membros da Chapa

A chapa leva o nome de “Prioridade Absoluta” como forma destacar a importância da criança e do adolescente no Brasil, que, segundo a própria Constituição Federal, é considerado o principal sujeito de direito da nossa sociedade. Ela é composta por oito candidatos divididos por cinco segmentos, são eles:

Segmento Atendimento Social à Criança e ao Adolescente: Iracema Araújo, Coordenadora do Núcleo de Apoio e Prevenção a dependentes de álcool e drogas. Foi Conselheira Tutelar de São Miguel Paulista e Conselheira de Direito; e Valdir Gugiel, Diretor Institucional do Centro Social do Grupo Maristas em São Paulo.

Segmento Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente: Andréia Souza, Gestora e educadora social no Centro Social Nossa Senhora do Bom Parto e membro do Fórum Regional de Defesa dos Direitos Humanos da Criança e do Adolescente; e Sueli Camargo compõe a Coordenação das Pastorais Sociais da CNBB, é advogada e assistente social.

Segmento Defesa da Melhoria de Condições de Vida da População: Geraldo Heliópolis, é militante do movimento de moradia e tesoureiro da UNAS/Heliópolis, foi coordenador da Central dos Movimentos Populares e integrante da União Nacional do Movimento de Moradia; e Wilsilene Cabral, professora e representante da executiva do Fórum Regional de Defesa de Direito da Criança e do Adolescente do Itaim Paulista.

Segmento Defesa de Trabalhadores Vinculados à Questão: Solange Sampaio, presidente da Associação Monte Taó/SP, pedagoga e coordenadora do CCA na Zona Leste de São Paulo.

Segmento e Estudos, Pesquisas e Formação com Intervenção Política na Área: Carlos Junior, educador social da Sociedade Santos Mártires na região do Jardim Ângela, articulador do Fórum Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente de São Paulo e colaborador do Desabafo Social.

Comentários

Comentários

No comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Faça parte da nossa rede!

Fique por dentro que tudo que fazemos nos seguindo nas redes sociais!

   

Powered by WordPress Popup